Grêmio Esportivo Juventus

O Juventus foi fundado no dia 1º de maio de 1966, por um grupo de 27 pessoas do Movimento da Juventude Católica de Jaraguá do Sul, incluindo os Padres Elemar Scheidt e Odílio Erhardt, tendo como seu primeiro presidente o Sr. Loreno Antônio Marcatto. Inicialmente, as cores do clube seriam vermelho, branco e preto, conforme o estatuto. Porém, o bordô foi adotado posteriormente, durante a disputa do Campeonato Catarinense de 1976, em homenagem ao clube homônimo existente em São Paulo.

Sua primeira sede foi o salão Paroquial Cristo Rei, mudando mais tarde para o Estádio João Marcatto, este doado ao clube pelos Senhores Dorval Marcatto, Loreno Antonio Marcatto, Vergílio Chiodini e Renato Pradi. O terreno contava, inicialmente, com uma área de 10.120 m².

O tricolor jaraguaense atuou na primeira divisão entre os anos de 1976 e 1980, voltando em 1990 para a disputa da Segunda Divisão Catarinense. E foi preciso somente um ano na Segunda Divisão, para que o Juventus conseguisse seu acesso à divisão de elite do futebol Catarinense.

A equipe jogou a primeira divisão entre 1991 e 1997. Em 1996, durante a gestão de Ângelo Margutte, a equipe de futebol do Juventus passou a se denominar Jaraguá Atlético Clube. Em julho de 1998, o clube voltou a se chamar Grêmio Esportivo Juventus.

Em 2004, o Juventus retornou à disputa de competições de futebol profissional. Neste ano, conquistou seu primeiro título estadual, a Série C (Série B1) do Catarinense. Em 2005, participou da Série B (Série A2), porta de entrada para a primeira divisão de Santa Catarina. O tricolor acabou garantindo uma vaga à elite Estadual, retornando nove anos depois à elite. E logo no seu retorno, em 2006, o Juventus surpreendeu e conquistou a terceira colocação, atrás apenas do Figueirense e do Joinville, repetindo assim o feito de 1994.

Em 2012, o Juventus resgatou sua identidade tricolor nos uniformes de jogo, o que não ocorria desde antes do clube se profissionalizar, nos anos 70. A volta ao uniforme tricolor deu sorte e o Moleque Travesso, que conquistou o vice-campeonato da Segunda Divisão e o consequente retorno à Série A de Santa Catarina.

Em 2016 o clube completou 50 anos. Atualmente o clube disputa o Campeonato Catarinense da Série B e luta por uma vaga na elite do futebol catarinense.